quarta-feira, 20 de junho de 2012

Minha primeira namorada

Em dois mil e nove, não lembro o mês, muito menos o dia, meu irmão me passou o Orkut de uma menina que ele dava ideia... Mas até então ele já havia desistido de ficar com ela.
Eu adicionei ela, ela me aceitou, eu pedi o msn dela e ela demorou muito para passar, aí eu perguntei pra que ela me aceitou no Orkut se ela não iria passar o msn, mas aí ela passou...
Então, a gente começou a se conhecer, eu comecei a gostar dela, e ela também começou a gostar de mim.

Na época, ela tinha celular da Oi, e não lembro qual era minha operadora, aí eu sempre pedia o celular das minhas irmãs, que também era Oi, pra poder ligar pra ela... A gente se falava muito, e todos os dias. Por celular, pelo msn, ela ligava a webcam pra mim.

Eu pedi ela em namoro pelo msn mesmo, e ela aceitou.

Então, a gente começou a namorar, sem nunca termos nos visto pessoalmente...

Sempre marcávamos de nos ver, mas nunca dava, sempre ela desmarcava e tal.

A primeira vez que a gente se viu, foi no Shopping Metrópole, eu estava trabalhando, vendendo os artesanatos que eu fazia pelo Projeto Araçari, e ela foi lá com as amigas. Como eu estava trabalhando, a gente não se beijou, e ela não ficou lá muito tempo conversando comigo...

Eu saia do Projeto Araçari meio-dia, e ela saia da escola - Dalmolin - meio-dia e vinte... O Projeto Araçari era muito perto da escola dela... Então, quase todas as várias vezes que a gente marcava de se ver era no ponto, mas várias das vezes foi desmarcado por ela... Até que finalmente marcamos de se ver no ponto, e ela foi, então ficamos pela primeira vez. Aquele dia foi muito bom, e muito legal.

No Orkut dela estava namorando, e lá onde coloca a cidade estava: com o Renato... E tinha um álbum com fotos minha no orkut dela... E no meu estava namorando também, e lá onde coloca a cidade está o nome dela e também tinha álbum com fotos dela.

A segunda vez que nós ficamos foi na Pista de Skate de São Bernardo... Esse dia também foi muito bom! E voltamos junto, já que o mesmo ônibus que passa em casa, vai pra casa dela...

E nosso terceiro encontro, eu fui de surpresa na casa dela, mas não chamei, pois os pais dela não sabiam do nosso namoro. Fui com um amigo, e fiquei na rua, até que o irmão dela saiu na rua e então pedi que ele chamasse ela... Ela saiu pra fora, mas ela não queria me beijar, o que na época eu não entendia... Ela me puxou pra dentro na casa dela, e só então me beijou. Esse dia, apesar de estranho, também foi bom.

Não vou lembrar todas às vezes que nos vimos, mas vou dizer todas as que eu lembrar. Eu fui umas três vezes na escola dela, no horário que ela sai... Uma vez, ela me tratou como um simples amigo, fomos para o ponto com as amigas dela, pegamos o ônibus, e ela só me beijou depois de certificar que as amigas dela não estavam vendo. O que eu também não entendi na época. Teve uma vez que fui lá na saída da escola e ela não tinha ido.

Outra vez que ficamos foi na frente da SEDESC, não lembro muito bem desse dia. Mas claro que foi bom.

Já era novembro, mês do aniversário dela. Então, eu comprei roupas para ir na festa, e comprei o presente dela, uma blusa de frio roxa.

Chegou então o grande dia, para ela, aniversário de quinze anos. E no começo dele, ela terminou comigo por sms... ISSO EU NÃO ENTENDI MESMO. Fiquei com muita raiva e muito triste, mas decidi ir na festa só entregar o presente e voltar. Quando cheguei na festa, que ocorreu em uma chácara, entrei, mas não entrei na onde de fato estava acontecendo a festa... Tinha uns meninos lá onde eu tava, e então pedi pra eles a chamarem... Eles foram lá e quando voltaram, falaram que ela não ia sair... Como eu não ia entrar lá, pedi pra eles entregarem o meu presente e falar que foi eu que mandei. E fui embora... Saindo da chácara, arranquei a pulseira que era obrigatória para entrar na festa e a joguei no chão.

No outro dia, tudo mais calmo, a gente voltou.

Outro dia, eu estava no ônibus com um amigo e uma amiga, e encontro ela no mesmo ônibus, com a mãe dela... Não fui cumprimentar ela, pois a mãe dela não sabia da gente... E quando menos esperei ela desceu do ônibus, aí falei com meus amigos pra gente descer e seguir ela e eles aceitaram... Aí ela começou meio que fugir de mim. Até que eu a perdi de vista... A raiva me dominou, e eu mandei um sms terminando com ela. Mas me arrependi poucos minutos depois e mandei outro sms, falando que não queria terminar não. Mas ela não quis voltar...

E aí então começou o sofrimento de amor da minha parte.

Essa história não terminou assim, tem mais uns bônus que aconteceram bem depois do namoro terminado, mas continuo depois...

Um comentário:

  1. Relacionamentos só fodem com as pessoas kkk

    ResponderExcluir